Slow content e o que a psicologia diz

Atualizado: Jul 31

Existem momentos em que nem dá tempo para pensar. Quando nos damos conta já estamos imersos em hábitos e construções que nem sempre conversam bem com as nossas marcas. A produção de conteúdo é uma das práticas que gostamos de olhar mais a fundo. Principalmente no meio digital, é fácil que ela caia em uma cadeia de produção massacrante com a sensação de pressão e urgência que a internet promove.


Mas nunca é tarde para parar, pensar e se questionar. Faz sentido produzir todo o conteúdo que você produz? Se não fosse pela quantidade ou pressa, ele poderia ser mais rico?


Fazer slow content não é sobre ser devagar, mas sobre diminuir o ritmo e, às vezes, optar por fazer menos com mais significado, destrinchando os assuntos e trabalhando cada viés de forma mais profunda.


Assim como o movimento mais desacelerado dos alimentos ou da moda, o conteúdo também está se transformando e as pessoas estão mudando. Elas estão começando a desconfiar e se afastar de notícias excessivas ou exageradas. A busca é por conteúdo bem pesquisado, escrito e cuidadosamente verificado e entregue. As pessoas estão querendo menos barulho e mais profundidade, autenticidade e integridade. Quando todos estão gritando ao mesmo tempo, não ser um deles pode te diferenciar, certo?

Esse movimento pode ser baseado em alguns estudos de psicologia, que sustentam e explicam o por quê de estarmos preferindo o slow content.




O que diz a psicologia?


O psicólogo Daniel Kahneman, vencedor do prêmio Nobel, está se tornando uma figura importante para os interessados em marketing cognitivo. Uma de suas teorias mais importantes é “pensar rápido e devagar” — uma teoria subjacente ao conteúdo rápido e lento.

A teoria afirma que existem duas maneiras principais de funcionamento do cérebro:

O Sistema 1 opera de forma automática e rápida, está associado a intuição, rapidez, sentimentos, processos não conscientes, espontaneidade, pouco gasto de energia, autonomia e pouco gasto de memória operacional.

O Sistema 2 aloca atenção às atividades mentais que exigem, incluindo cálculos complexos. As operações do Sistema 2 são frequentemente associadas à experiência subjetiva de ação, escolha e concentração.

Kleber Oliveira, professor e diretor de Marketing, ressalta que “Nem sempre pensar mais a respeito de alguma decisão a tomar significa que será uma boa decisão. Em alguns casos os pensamentos rápidos e intuitivos podem funcionar melhor. Sempre vai depender do caso, não existe uma receita pronta". Em uma conversa, o Kleber me explicou que esses dois sistemas operam de forma simultânea, mas com a predominância de um deles, é "quase como uma gangorra".

Com a complexidade do cérebro humano e do comportamento de consumo, não deveríamos nos preocupar com os tais dos "gatilhos mentais" são abordados? Como estimulamos ou não o Sistema Cognitivo?

Da maneira rápida é mais fácil conseguir vendas por impulso. A princípio, pode parecer melhor como tática de venda. Mas de forma mais lenta, existe mais concentração e também mais envolvimento. Esse tipo de conteúdo proporciona imersão, cria um relacionamento sincero e duradouro e ainda ganha mais atenção (quanto mais atenção, mais lembrança). Logo, com um conteúdo que oferece mais contexto e instiga o pensamento, a ideia é melhor processada e você ainda desempenha um papel importante dentro do consumo consciente.




Slow content também é planejamento


Para colocar esses aprendizados em prática, comece a pesquisar e planejar o seu próximo conteúdo, para publicá-lo apenas no mês seguinte. Permita-se um tempo para definir as pautas, horários de postagem, pesquisar bibliografias e se inspirar com outras marcas que você gosta. Vai levar tempo para debater, pesquisar, organizar e escrever uma peça aprofundada e é por isso que ela tem mais valor. Não se esqueça de trocar ideias com a equipe, amigos e inclusive alguns clientes.

Leia este artigo com dicas práticas de como iniciar o slow content.

Existem maneiras diferentes para alcançar objetivos e isso não significa que fazer as coisas de outra forma está errada. Apenas tenha em mente os seus objetivos. O lento e estável pode ser a sua maneira de alcançar resultados, o importante é continuar produzindo e ter consistência sempre.

110 visualizações

O que você tem em mente?

© 2020. Criado por Sue Coutinho.