O Futuro da Comunicação: 5 tendências para acompanhar

Sabemos que a comunicação tem se transformado em alta velocidade nos últimos anos. Aprendemos a utilizar os smartphones de outra forma, colocamos as redes sociais em posição de destaque em nossa vida pessoal e profissional, temos ferramentas e facilitadores para reunir pessoas, trocar ideias, realizar reuniões e organizar o fluxo de trabalho. Resumindo, nunca foi tão fácil se conectar com as pessoas e enviar mensagens, certo? 


É verdade, temos muita facilidade para se comunicar. Acontece que, mesmo assim, nem sempre nos comunicamos bem, já que essa facilidade não se traduz em qualidade. As mensagens facilmente enviadas também podem ser facilmente mal interpretadas e entender as coisas equivocadamente pode deixar projetos e relações fora dos trilhos.


É por isso que o futuro da comunicação se volta para a mais básica das recomendações: a de se fazer entender. No meio de tanta tecnologia, vale a pena olhar para frente com um pé na simplicidade de quando nos comunicávamos mais frente a frente e, assim, aproveitar e trabalhar melhor o conteúdo que produzimos para as nossas marcas.






Com essa mensagem em mente, separamos 5 tendências para navegar e desenvolver positivamente a forma como nos comunicamos:


1- Conversas mais pessoais: Segunda um estudo, divulgado pela Hubspot,  90% dos consumidores desejam usar mensagens para se comunicar com as empresas. Isso indica que as pessoas querem ter atendimento/conversas mais direcionadas, personalizadas e pessoais com as marcas que se relacionam. 

Além disso, esse movimento também fala sobre a mudança do marketing tradicional para um marketing “conversacional”, focada em trocas e conexões, e sinaliza que as pessoas querem receber informações no momento certo, ou seja, quando elas solicitarem (independente de quem puxou essa conversa).


2- Valorize a produção de vídeos: os vídeos representam grande parte do tráfego na internet, mantém o público envolvido e o ajuda a tomar decisões. Podemos dizer que um minuto de vídeo equivale por milhares de palavras e é uma excelente maneira de ensinar, influenciar, conectar e tornar as conversas mais pessoais. Muitas coisas podem ser automatizadas hoje em dia, mas os vídeos mostram pessoas e essa verdade não pode ser alterada.


3- Conte histórias importantes: contar boas histórias com uma narrativa bem construída é uma maneira de ganhar atenção, confiança e tornar a marca mais autêntica. Essa continua sendo uma tendência dentro da comunicação, já que diz muito sobre o posicionamento da marca, o que defende, o que busca provocar e se ela está realmente alinhada em seus valores.


4- Pense atemporal: na hora de pensar nas pautas da sua marca, leve em consideração os acontecimentos atuais, mas também o tempo que esse conteúdo continuará sendo relevante. Leve reflexões e informação que sempre serão úteis. Os seus conteúdos envelhecem bem e são bons de revisitar? Essa é uma característica importante para criar laços com as pessoas que te seguem.


5- Comunique de cara lavada: o futuro da comunicação está em aproveitar os poderes dela com tecnologia, mas sem tantos artifícios. Candice Jones, líder de conteúdo de marca da Amtrak , enfatizou a importância de usar o conteúdo para conduzir conversas autênticas com os consumidores no painel Advertising Week, que acontece em Nova Iorque. "Acho que, às vezes, as marcas se concentram demais na tentativa de criar um ótimo conteúdo. Mas se você está perdendo as coisas que ressoam natural e organicamente com seu público, estará perdendo oportunidades de receita". 


A mentalidade de prioridade aos algoritmos e indicadores de performance será transformada. O futuro da comunicação é voltado para as pessoas e para a construção de relações verdadeiras. Por isso, para acompanhar as mudanças é preciso virar essa chave, baixar a guarda, puxar mais conversas e entender na prática o potencial da sua mensagem de marca.





65 visualizações

O que você tem em mente?

© 2020. Criado por Sue Coutinho.