O Fast Content acaba de declarar falência

A lógica do consumo que impactou diretamente os meios de produção e bateu nas portas da comunicação, agora é um sistema falido. Não param de crescer os números de pessoas afetadas pelo ritmo da informação na Era Digital. Pessoas estão ficando doentes por conta da hiperconectvidade. Então, os futuristas começaram a alertar: Estamos vendo! Está vindo lá! Estão pipocando notícias de um comportamento de consumo voltado para o manual, o ancestral. Seria um "adeus" ao digital?


Digo que não. Queremos nos conectar com o que não é efêmero, óbvio que sim. Mas, seguimos num ritmo constante de pensar sobre a nossa presença digital e seus valores qualitativos. O artesanal potencializado pelo digital is the new fucking normal. A realidade dos bastidores de super produções de conteúdo parece não ter surtido efeito para os pequenos empresários, que por muitas vezes, são os mesmos responsáveis pelo próprio marketing. Não chegou nas empresas familiares que movimentam parte significativa na economia brasileira. - E eu com isso? A conversa é sobre o presente: estamos cansados, divididos e endividados. Como pode UMA pessoa produzir conteúdo desenfreadamente e ainda:

  • desenvolver produtos

  • comprar matéria-prima

  • produzir

  • embalar

  • fotografar

  • vender

  • atender

Abraçar coisas demais é coisa da minha geração (millenials). E quantas dessas coisas fomos capazes de concluir? Somos uma geração hiperconectada com facilidade de absorver qualquer ferramenta e executá-la com uma precisão cirúrgica. Mas ainda somos humanos. E como humanos, compartimos as mesmas 24 horas de qualquer pessoa de qualquer outra geração. É aí que somos pegos. Estimular uma produção de conteúdo frenética é canalha e preguiçoso. Principalmente, pela ótica do negócio. Boas empresas se pautam em design de produto, gestão de resíduo, impacto social, organização financeira e por aí vai. Estamos atentos, críticos e nos perguntando:

O que você faz além de conteúdo?



59 visualizações

O que você tem em mente?

© 2020. Criado por Sue Coutinho.