Como se conectar com o marketing sustentável em 3 passos

Quando colocamos a sustentabilidade em pauta, estamos falando sobre a capacidade de sustentar um processo e de como devemos agir em relação à natureza das coisas. Quando essa palavra anda junto com o “marketing”, a significação não fica diferente. Estamos pensando em uma maneira de fazer marketing que seja responsável e sobreviva bem ao longo do tempo.




O marketing nasceu junto à invenção da prensa de Gutenberg e, desde então, mudou e fez mudar em nossa sociedade. O que no início só poderia ser pensado em papel e impressão, hoje se resolve com boa conversa e influência. Mas o marketing sustentável é mais do que um estágio do marketing, é uma maneira de continuar existindo. É uma direção.


1- Entendendo o marketing sustentável


O marketing sustentável é uma abordagem que transforma a maneira como a sua marca se conecta com os clientes. Não se trata apenas de “venda rápida”, mas sim de identificação e estabelecimento de laços (que podem durar por anos).


No marketing sustentável a ética é a palavra de ordem desde a criação de seu produto, passando pela relação com seus colaboradores e fornecedores, até a forma como você escolhe comercializar para o seu público.


O desafio aqui é satisfazer necessidades e gerar lucro, mas sem comprometer outras responsabilidades. Quando optamos por nos conectar com o marketing sustentável devemos buscar o equilíbrio de três fatores: social, ambiental e econômico.


2- Estabelecendo prioridades 


Vamos direto ao ponto: o desempenho deve estar acima das finanças. Em um negócio sustentável o lucro não é apenas aquele obtido pelo negócio. Eles são importantes, é claro, mas outros impactos também devem estar nessa conta.


Qual é o valor que a sua marca agrega para a comunidade? Que mensagem você leva para os seus clientes? De que forma se relaciona com eles? E com a sua equipe? A remuneração de quem trabalha para você é adequada? Que outros fornecedores você ajuda com o seu trabalho? Essas pessoas possuem os mesmos valores que a sua marca? Você tem contribuído de que maneira para reduzir os impactos ambientais?


Leve em consideração essas respostas quando se questionar se o seu negócio é, de fato, lucrativo e se dê o direito de ressignificar essa questão.


3- A ética é o primeiro de seus valores


Aqui levantamos o assunto da responsabilidade social e ela deve filtrar toda a sua cadeia de suprimentos. O que isso quer dizer? Que você deve ter tolerância zero para práticas exploradores como trabalho infantil, escravidão e ambientes de trabalho inseguros.


Pode parecer desnecessário falar sobre isso, mas é o ponto de partida para conhecer melhor seus fornecedores e exigir condutas responsáveis, as quais você estará associado. É preciso ser consistente e verdadeiro (ou a sua marca poderá, inclusive, ser acusada de greenwashing, estratégia enganosa baseada em falsas ações sustentáveis).


Agora que você está familiarizado com o marketing sustentável, a mensagem é: tenha calma! Esse é um plano de longo prazo e conduzir processos sustentáveis leva tempo. Algumas mudanças pedem investimento no início, como mudança de embalagem por exemplo, mas o mais importante é se assegurar que todos os elementos da sua marca sustentam o seu posicionamento. 


O marketing em si tem uma pegada de carbono, mas isso não exclui responsabilidades. É o momento de pensar e rever em como você gostaria de continuar existindo daqui para frente e a sustentabilidade, a princípio, pode te garantir uma vida mais longa.

50 visualizações

O que você tem em mente?

© 2020. Criado por Sue Coutinho.